• Mirella Casarin

O consumo de refrigerante na gestação pode causar distúrbios hipertensivos da gravidez (HDP)



Os distúrbios hipertensivos da gravidez (HDP) são uma das principais causas de mortalidade materna e de desfechos perinatais como a prematuridade, asfixia perinatal e baixo peso ao nascer e também aumentam o risco de doenças futuras na mãe e no filho.


Os HDP incluem: Hipertensão crônica de qualquer causa que anteceda a gravidez, Hipertensão gestacional, Pré eclampsia, Hipertensão crônica com pré eclampsia sobreposta.


Um estudo de coorte realizou um estudo com o objetivo de avaliar os fatores de risco para o parto pré termo em uma coorte de gestantes selecionadas nas primeiras semanas de gestação denominada BRISA. Essa pesquisa foi realizada em duas cidades do Brasil São Luís e Ribeirão Preto.




A hipertensão tem uma evolução rápida durante a gestação, isso porque nesse período o organismo da mulher sofre inúmeras adaptações com anormalidades hormonais e metabólicas que ocorrem naturalmente durante a gestação, resultando em um aumento dos níveis de LDL e triglicerídeos e também na diminuição do HDL.


Essas adaptações aumentam o estresse oxidativo durante a gravidez, podendo resultar em um maior risco de hipertensão.


Além disso, não só os refrigerantes, mas outras bebidas açucaradas foram associadas com parto prematuro, aumento de peso na gestação (sobrepeso / obesidade), síndrome metabólica e diabetes tipo 2.


A alimentação tem um papel importante no aparecimento de distúrbios hipertensivos da gravidez, uma alimentação equilibrada e saudável não inclui refrigerantes e nem sucos de caixinha.


https://doi.org/10.1590/1414-431x202010162


#gestante#nutrimaternoinfantil#repostaabranmi#alimentacaonagestacao

1 view0 comments