• Mirella Casarin

A amamentação pode ser considerada um método contraceptivo?

É uma dúvida muito comum entre as mulheres no pós parto e muitas se arriscam a usar esse método como um anticoncepcional, mas o aleitamento é realmente eficaz para se evitar uma nova gestação? ▫️Fisiologicamente falando, a amamentação exclusiva pode sim evitar uma nova gestação no puerpério, isso acontece porque durante a amamentação exclusiva ocorrem elevados níveis de prolactina, que são responsáveis pela inibição da secreção de hormônios hipotalâmicos, como consequência há a alteração na liberação de estrogênio, interferindo na ovulação.




Então o aleitamento é sim como método contraceptivo, pois se baseia na ausência de ovulação e amenorreia causada pelas modificações hormonais. Porém, um estudo prospectivo, avaliou a incidência de gravidez em mulheres que amamentavam exclusivamente e se encontravam em amenorreia (ausência da menstruação 🩸) e observou uma taxa de falha de 0,9% a 1,2% nos primeiros seis meses. Qualquer alteração durante o período da amamentação, como espaçamentos longos de cada mamada, falta de estímulo do recém nascido durante a amamentação (bebês dorminhocos hehe) podem alterar os valores de prolactina, reduzindo-os e assim estimulando a ovulação. ☑️Ou seja, apensar do aleitamento materno ter esse efeito de contracepção, existem falhas e pode sim ocorrer uma nova concepção no período da amamentação. ❗️Se o seu desejo é evitar uma nova gravidez durante este período o adequado é iniciar um método contraceptivo mais eficaz, sempre com supervisão médica, nunca de forma alguma se auto medique! Mesmo porque não são todos os contraceptivos permitidos durante a lactação, por isso é necessário uma avaliação individual. Dra Mirella Casarin CRN SP 619575 s

#nutriparamulheres #amamentação #nutricaoposparto #nutricaofuncional #nutricionistapinheiros #nutricionistaalphaville #nutricionistabarueri

1 view0 comments